alt
O Jornal que Registra a Informação pra Você!

Semana Mundial de Aleitamento Materno é celebrada em Pinhais

Marli Paulino fotoAs ações, que envolvem a temática, são realizadas periodicamente nas Unidades de Saúde da Família; no entanto, neste período, as atividades serão intensificadas

VICE-PREFEITA DE PINHAIS, MARLI PAULINO, CONSEGUE COLABORAR COM A POLÍTICA PÚBLICA PARA MULHERES NA CIDADE DE PINHAIS-PR



A primeira semana de agosto fica marcada pela comemoração da Semana Mundial de Aleitamento Materno. Em Pinhais, esta celebração foi antecipada e acontece até o dia e 1º de agosto. As ações, que envolvem o aleitamento materno, são realizadas periodicamente nas Unidades de Saúde da Família do município; no entanto, neste período, as atividades serão intensificadas.

De acordo com Débora Beatriz Machado, da Seção de Políticas de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente do Departamento de Assistência à Saúde, a Rede Municipal de Aleitamento Materno trabalha junto com as equipes das unidades e oferece suporte à campanha. “Além disso, foram confeccionadas cartilhas para orientar as mães que estão retornando da sua licença maternidade e querem continuar amamentando seu bebê até os 2 anos de idade ou mais”, comenta.

Seguindo a temática deste ano sugerida pelo Ministério da Saúde "Amamentação e Trabalho - para dar certo o compromisso é de todos", a Secretaria de Saúde de Pinhais também desenvolve a iniciativa junto às empresas de do município, com o objetivo de sensibilizar os empresários e incentivá-los a apoiar as funcionárias que trabalham e precisam amamentar. Além do aleitamento, também será tratada a questão da doação de leite humano. “Desta forma procuramos dar incentivo e orientações para as mães que querem doar leite, assim como a doação de frascos para a coleta”, completa Débora.

Doação de leite

Algumas mulheres quando estão amamentando produzem um volume de leite além da necessidade do bebê, o que possibilita que sejam doadoras de um Banco de Leite Humano. De acordo com a legislação que regulamenta o funcionamento dos Bancos de Leite no Brasil (RDC Nº 171) a doadora, além de apresentar excesso de leite, deve ser saudável, não usar medicamentos que impeçam a doação e se dispor a ordenhar e a doar o excedente.

Em Pinhais, existe um entreposto de colleite maternoeta de Leite Humano, vinculado a Unidade de Saúde da Mulher. O leite doado é recolhido semanalmente pelos profissionais da Unidade, na residência das doadoras, e armazenado adequadamente até ser entregue ao Banco de Leite do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. O material doado atende recém-nascidos internados nas UTI’s de pelo menos três hospitais. Além disso, trata-se de uma tentativa de manter equilibrados os estoques da instituição, já que são para lá que são encaminhados os pequenos pacientes nascidos no município de Pinhais, quando há necessidade.

Rede de Apoio ao Aleitamento Materno em Pinhais

A Rede multiprofissional de saúde no apoio, promoção e fortalecimento ao Aleitamento Materno em Pinhais foi criada em novembro de 2013 e é composta pelas seguintes categorias profissionais: Agentes Comunitários de Saúde, Assistentes Sociais, Auxiliares e Técnicos de Enfermagem, Auxiliares e Técnicos de Saúde Bucal, Enfermeiros, Fonoaudiólogos, Nutricionistas e Pedagogos. A iniciativa tem como objetivo:

-Capacitar e multiplicar os conhecimentos sobreo Aleitamento Materno na rede apoio para atuação nos equipamentos de saúde do município;
-Sensibilizar profissionais das equipes de saúde e multiplicadores para atendimento as gestantes e nutrizes, no sentido de promover e prestar assistência à amamentação na Unidade de Saúde e/ou domicílio;

-Envolver todas as Unidades de Saúde da Família do município, com dois profissionais “sentinelas ‘’por Unidade.
Os profissionais envolvidos são divididos em dois grupos sendo:

-Grupo Matricial: composto por 10 profissionais, sendo cada um responsável por uma USF;
-Grupo Geral: composto por 30 profissionais, sendo 10 profissionais do grupo matricial e mais dois de referência em cada USF;
As ações se dividem em reuniões mensais com o Grupo Matricial e capacitações bimestrais realizadas com o Grupo Geral.


Foto: Divulgação
 

Comente esta notícia